Continuar firme e forte também quando o amor nos machuca

0
10
views

Já há algum tempo eu adotei terminar todas as minhas postagens aqui no blog com a frase: “continuemos firmes e fortes”. A escolha não foi feita ao acaso e traz consigo muita informação sobre como eu espero passar pela vida.

Assim, escolhi escrevê-la na primeira pessoa do plural porque também me incluo nesse desejo, nessa vontade de continuar firme e forte, mesmo diante dos muitos problemas que a vida impõe.

Ser homossexual não é fácil, e temos que aprender desde muito novos a seguirmos em frente, firmes e fortes, mesmo com o preconceito entrando na nossa casa, se espalhando dentro do leito familiar, entre os amigos e até no trabalho, nos assombrando e perseguindo.

Mesmo assim, confesso que nem sempre eu consigo continuar firme e forte. Ás vezes eu preciso parar e permitir que certa dor me paralise por alguns minutos, para então reunir forças e continuar.

Isso acontece principalmente quando o assunto envolve amor ou as paixões. Sinto que aprendi a lutar contra o preconceito, a enfrentar os desafios profissionais, mas me confesso menino quando o assunto envolve esse desconhecido chamado amor.

Como lidar com a dor da rejeição ou com a decepção de uma desilusão amorosa? Como lidar com esse sentimento de frustação, de dor, de impotência quando alguém para quem você se abriu completamente te machuca? E nessa situação o pior é que, uma vez tão íntima, o ferimento causado por ela será profundo o que pode tornar ainda mais difícil o ‘continuar’.

Já procurei respostas em livros, palestras, conselheiros, gurus e diversas outras fontes, mas a verdade é que as melhores respostas apenas me indicaram a sentir a dor e, no momento oportuno, continuar, firme e forte.

Por um momento parei para me perguntar o que farei com tamanha força que tenho construído desde então. Com certeza não sei a resposta agora, apenas posso dizer que venho tentando praticar essa filosofia e assim – quem sabe – alcançar coisas boas um dia.

Talvez muito disso venha da minha crença de que a vida é um eco, e que tudo que emanamos retorna para nós. Talvez isso seja só uma ilusão que criei para ser mais fácil encarar meu cotidiano sem me desesperar tanto.

Mas a questão central é que mesmo hoje eu tendo sido (novamente) machucado pelo meu adversário mais fiel, o amor, eu sempre voltarei a procurá-lo e o promulgarei como o mais belo dos sentimentos humanos.

Provavelmente nisso reside alguma força necessária para se passar pela vida. Aprender a lidar com os sofrimentos normais atrelados à experiênica de se estar vivo e ser humano.

Assim, mais uma vez eu convido a “continuarmos firmes e fortes”, nessa batalha ou em qualquer outra que aparecer em nossas histórias.

Pink – Tentar

Você já se perguntou o que ele está fazendo?
Como tudo virou mentiras?
Às vezes acho que é melhor
Nunca perguntar por quê

Onde há desejo, haverá uma chama
Onde há uma chama alguém está sujeito a se queimar
Mas só porque queima não significa que você vai morrer
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar

Engraçado como o coração pode iludir
Mais do que apenas algumas vezes
Por que nos apaixonamos tão fácil?
Mesmo quando isso não é certo

Onde há desejo, haverá uma chama
Onde há uma chama alguém está sujeito a se queimar
Mas só porque queima não significa que você vai morrer
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar

Já ficou preocupado por isso poder ser arruinado?
Isso faz você querer chorar?
Quando você está por aí fazendo o que você está fazendo
Você está apenas sobrevivendo?
Diga-me você está apenas sobrevivendo

Onde há desejo, haverá uma chama
Onde há uma chama alguém está sujeito a se queimar
Mas só porque queima não significa que você vai morrer
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar

Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar

Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar
Você tem que se levantar e tentar, e tentar, e tentar

Referências
Vagalume

Deixe uma resposta