Finalmente São Paulo Faz as Pazes Com Seu Carnaval de Rua

0
11
views

Cresci ouvindo que São Paulo não tem um bom carnaval. O consenso entre a galera paulistana era botar as malas no carro, ônibus ou avião e se mandar por aí, deixando pra trás a tal selva de pedras rumo a paisagens mais convidativas para os foliões…

E de fato ficava pouca gente na cidade, que se revezava entre o desfile de carnaval, sempre injustiçado pela comparação inútil com o desfile do Rio de Janeiro, e os bailes em clubes ou casas de show, tipo baile no Palace, Pinheiros, Juventus, Tietê ou Espéria. Era um estilo diferente de carnaval, mais indoor, menos contagiante. E a galera que ficava estava mais interessada em aproveitar parques, cinemas e restaurantes vazios do que curtir o carnaval da cidade.

Mas de uns tempos pra cá isso se tornou o retrato de uma outra época, agora um pouco distante, pois aqui o carnaval se reinventou, renasceu e, a julgar pelo que aconteceu no último final de semana, vai explodir pelas ruas da cidade, mostrando toda a sua força, animação e alegria.

Muitos são os sinais dessa tendência.

Começando pelo desfile das escolas de samba, é notável que o desfile paulistano vem melhorando ano após ano. Foi-se o tempo que era desprestigiado, pobre e amador. As escolas se profissionalizaram, arranjaram patrocínios, cresceram e hoje tem estruturas maiores e mais azeitadas. É verdade que a crise econômica bateu forte em todo mundo, e todas as escolas foram afetadas, mas isso aconteceu até mesmo no Rio de Janeiro, então está longe de ser um problema específico de São Paulo. Pra quem gosta o desfile agrada e diverte, e é uma boa opção na sexta e sábado.

Porém o que está mesmo transformando a cidade nesse carnaval é a disseminação dos blocos de rua, que esse ano estão espalhadíssimos pela cidade, fazendo a cidade pulsar de alegria e energia contagiantes. Só no último final de semana, no pré-carnaval, segundo dados preliminares da organização, foram mais de 130 blocos, que levaram para as ruas mais de 600 mil pessoas entre o sábado e o domingo. No total, serão 360 blocos até o dia 14/02, espalhados por diversas regiões da cidade. Só o bloco Acadêmicos do Baixo Augusta levou pra rua no último domingo algo entre 130 e 200 mil pessoas, transformando a Avenida da Consolação em um mar de gente alegre, diversificada e muito animada.

Mas outros tantos blocos também foram grandes e expressivos como o Monobloco, Gambiarra, Soviéticos, Chá da Alice, Bangalafumenga, Sargento Pimenta, Casa Comigo, Me Fode que eu Sou Produção, e muitos outros. É muita gente, muita alegria e muitas histórias pra contar.

E foi lindo poder ver as pessoas nas ruas, tomando a cidade de volta pra si, amando seus espaços, cantando, beijando, aproveitando demais o pré-carnaval e deixando pra trás aquele ranço de carnaval chato, sem opções e meio protocolar. Se não há mais tantos bailes de carnaval, pelo menos a alegria foi para as ruas, democratizando a festa. A energia estava incrível e você via a felicidade estampada no rosto de um povo eclético, em alguns pontos bem diversificado e moderno, muito acolhedor e feliz.

É verdade que em termos de estrutura precisamos melhorar muito. Mais banheiros, mais pontos de venda de bebidas, maior divulgação, melhoria do transporte até os pontos de concentração dos blocos. Mas para quem estava no meio da multidão esses são pontos acessórios, pois o principal foi se divertir muito, curtindo algo que quase não existia por aqui até uns 5 ou 10 anos atrás.

Problemas existiram, é verdade. Muita gente bebendo demais, consumindo drogas, mijando fora dos locais corretos, mas sejamos francos, isso não é exclusividade do carnaval, acontece quase todo dia, em quase toda festa, e são sintomas de outros problemas rotineiros, e não carnavalescos.

Enfim, é incrível poder vivenciar essa mudança de hábito do paulistano, essa alegria contagiante que até pouco tempo atrás não acontecia. É bonito olhar e participar, poder retomar a cidade e vê-la se abrir a esses novos eventos tão democráticos, inclusivos e transformadores, que acabam por exprimir o amor e felicidade do povo sem barreiras de um povo sofredor, mas ao mesmo tempo alegre e animado.

Se estiverem na cidade, não deixem de participar, escolham seu bloco, vistam suas fantasias, chamem os amigos e partam pra folia, porque São Paulo agora está pronta pra te acolher de braços abertos!!!

Deixe uma resposta