Funcionalidades e usos da cueca Jockstrap

0
10
views
Jockstrap

Jockstrap é um modelo de cueca bem polêmico, há os que adoram e os que odeiam, pensando nisso fizemos uma pesquisa para entender um pouco melhor sobre os motivos do desenho peculiar desse modelo.

É interessante observar que nós, homens, temos uma característica física bastante muito particular em relação a nossa sexualidade: nosso órgão reprodutor é externo, ao contrário do órgão feminino, portanto ele fica totalmente exposto.

Essa peculiaridade gera até certo charme para os que (como eu), gostam do sexo masculino. A tal “mala”, o volume que o macho tem quando o vemos de cueca ou com roupas que permitam isso, pode ser muito atraente e excitante.

Eu acredito que isso se deva ao fato de que, de cueca, o homem tanto revela sua masculinidade quando esconde o tesouro, o que gera aquela curiosidade de ver o bicho exposto.

A verdade é que, querendo ou não, andamos por aí com nosso amigão pendurado entre as pernas, o que pode ser meio complicado de lidar às vezes.

Nos esportes, por exemplo, a gente precisa ter cuidado extra, tanto para não machucar o queridão, quanto para evitar que ele se sobressaia em certas situações, aparecendo demais onde não deveria.

Talvez motivado por isso, Charles F. Bennett criou a Jockstrap para a Sharp & Smith no longínquo ano de 1874. Muito além da estética, ou seja, evitando discutir se é ou não bonito, ou se é ou não atraente, o mais interessante desse tipo de roupa íntima masculina é a forma em que ela foi projetada especialmente segurar a genitália do homem.

Criada inicialmente para os corredores (jockeys) que circulavam de bicicleta pelas ruas paralelepipedais de Boston, o desenho influenciou desde argumentos científicos até crenças populares.

Seu nome deriva não só da abreviação do termo jockey (corredor), para jock, como este último também era gíria para pênis, portanto muito proposital para a função da Jockstrap.

Mais tarde jock ainda se tornou gíria para atleta, influenciada especialmente pelo forte uso do produto por esportistas.

Strap, por sua vez, tem como tradução mais usada: cinta, correia ou alça. Logo, o nome é uma feliz junção de algo como “cinta para segurar o pênis” e, como espero demonstrar, é exatamente isso que ela faz.

O conceito da Jockstrap é muito interessante, vejamos esse exemplo (contemporâneo), do produto com o qual eu procurei informalmente entender um pouco melhor como ele funciona.

Jockstrap

O frontão da Jockstrap também é ideal para receber o protetor de genitália, algumas vêm com costura especial para isso, o que garante maior firmeza e que fique “preso” lugar, desse modo a Jockstrap também é muito utilizada para esportes de combate corpo-a-corpo.

Algumas teses também dizem que, como a Jocksptrap foi desenvolvida para levantar o pacote, a temperatura dentro dos testículos é reduzida, assim os espermatozoides ficam mais saudáveis, logo esse produto também está relacionado com a fertilidade masculina.

A forma da Jockstrap ainda tem influenciado muito na manutenção de outros modelos. Com o sucesso da Jockstrap, a linha slip, por exemplo, tem ganhado costura mais definidas para a área da genitália.

Com tudo isso, mesmo que não seja muito atraente para alguns, acredito ser válido pelo menos termos uma peça desse modelo para experimentar seu uso.

E no mais continuemos firmes e fortes.

Referências
Allink Site; Mens Underwear Blog; Jockstrap Central; Wikipédia Jpckstrap; Loja de Jokestrap;

Deixe uma resposta