2015 – Semana 04: Do curso de cura gay ao executivo orgulhoso de sua sexualidade

0
8
views

A semana que passou (de 18 a 24 de janeiro) trouxe várias notícias gays interessantes, foi tanta coisa que optei por fazer um compilado delas ao invés de escrever uma por uma.

Veja, a seguir, as principais notícias do mundo gay que vimos na semana que passou.

Collin Farrel faz campanha a favor do casamento igualitário

O ator Collin Farrel, que tem um irmão gay, levantou a bandeira em apoio ao casamento igualitário.

De origem irlandesa, o ator está envolvido em conscientizar o povo de seu país de origem a votar em favor da união entre pessoas do mesmo sexo.

Em maio ocorrerá no país um plebiscito para decidir a questão e Collin aproveitou para citar seu irmão, Eamon, e seu respectivo marido em uma carta aberta publicada no jornal Sunday World:

“[Eamon e Stephen] são provavelmente o casal mais saudável e feliz que eu conheço. Eles tiveram que viajar um tanto, no entanto, para trocar alianças, até o Canadá, onde celebraram seu casamento. Essa é a razão por que essa é uma questão pessoal para mim. O fato de que meu irmão teve que sair da Irlanda para realizar seu sonho de se casar é insano. INSANO. Eu posso entrar no carro esse instante, dirigir quatro horas de Los Angeles até Las Vegas, encher a cara, encontrar uma mulher e conseguir que Elvis nos case por 200 dólares. No entanto, em muitos estados nos EUA, se eu fosse gay, eu não poderia me casar.”

Na segunda, dia 19 de janeiro de 2015, o ator ainda fez uma aparição no programa de Claire Byrne falando do mesmo assunto.

Via

Presidente Barack Obama fala sobre igualdade e casamento gay em discurso no congresso

Na terça feira, dia 20 de janeiro de 2015, o presidente Barack Obama falou sobre os direitos LGBTs em um discurso no Capitólio em Washington. Foi a primeira vez na história que um presidente americano falou sobre bissexuais e transgêneros em um discurso voltado para toda a nação.

O presidente celebrou o avanço do casamento igualitário, usando até um gráfico mostrando os Estados americanos onde isso já é realidade. Neste sentido, o presidente falou: “Eu vi algo como o casamento gay ir de uma questão que costumava nos levar separados para uma história da liberdade por todo o país. Um direito civil agora legal em sete de cada 10 estados americanos que as pessoas chamam de casa”.

Barack Obama ainda lembrou dos 15 anos contra o terrorismo, da recessão e de outros assuntos delicados como a situação dos latinos, negros, do racismo, do ebola, da nova relação com Cuba, entre outros.

O discurso completo (em inglês), pode ser lido no site da Casa Branca ou visto abaixo:

Via

Dona de restaurante na baixada santista foi condenada a pagar indenização por descriminação de casal gay
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Durante o almoço, dois rapazes trocaram um rápido beijo que foi repreendido pela dona do restaurante na frente de outras pessoas. Testemunhas afirmaram que ela se sentiu ofendida com a orientação sexual do casal, muito além da carícia entre eles.

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a ação vexatória com multa de R$ 10 mil para cada um dos rapazes.

Sobre a condenação,o relator Alexandre Bucci comentou sobre a abordagem discriminatória ocorrida:

“Impossível não rotular como ofensiva e preconceituosa a postura adotada pela ré, diante da simples orientação sexual do casal, em claro desrespeito ao princípio constitucional da dignidade da pessoa humana, fazendo jus, portanto, à reparação por dano moral”.

Via

Executivo assumidamente gay mais poderoso da Europa fala sobre como sua sexualidade o ajudou a chegar no cargo que ocupa

O presidente do HSBC britânico, António Simões, afirmou que a sua sexualidade o ajudou a chegar ao cargo que ocupa. Segundo o executivo português:

“Grande parte das pessoas gay pensa que ser gay é ok, que não é uma grande desvantagem ou que é uma coisa neutra. Eles devem pensar que ser gay é uma vantagem e não uma desvantagem. Penso que ser gay é uma vantagem para mim. Tornou-me uma pessoa mais autêntica, com melhor empatia, melhor inteligência emocional. Se eu não fosse gay se calhar não seria CEO do banco”.

O executivo ainda falou sobre a importância de assumir a sexualidade e como isso ajuda a pessoa ser mais autêntica e feliz.

Via

Casais gays pipocam em campanhas publicitárias

A Tiffany & Co. usou um casal gay em sua nova campanha de alianças. A notícia percorreu o mundo neste momento em que a união civil entre pessoas do mesmo sexo é tão discutida.

Além da joalheira, outras marcas também usaram casais gays em suas peças publicitárias como, por exemplo, a Loewe e a Banana Republic.

Veja, a seguir, algumas dessas campanhas:

Via

Alagoas tem o primeiro casamento gay do Brasil com bênção de bispo católico
Otávio Oliveira e Allan Rocha
Otávio Oliveira e Allan Rocha

Na noite do dia 23 de janeiro de 2015 a união entre Otávio Oliveira e Allan Rocha vai contou com a bênção do bispo Dom Fernando Pugliese.

Apesar do apoio do bispo a Igreja Católica Apostólica Brasileira se manifestou contrária a união declarando apenas realizar uniões entre pessoas de sexos diferentes.

Otávio, um dos noivos, comentou sobre a decisão: “Nós sempre vimos nossos familiares se casando e, pela fé em Deus, também queríamos a bênção para o nosso casamento. Conversamos com o bispo Pugliese, ele disse que iria consultar a Igreja Católica Brasileira e eles aceitaram o pedido. Sabíamos que essa Igreja tinha uma abertura maior, mas ainda assim foi um desafio porque nunca havíamos visto outro casamento homoafetivo com bênção católica no Brasil”.

No entanto, a igreja negou ter concedido o pedido e disse se tratar de uma ação unilateral do bispo.

Via

Doceria é processada ao se recusar fazer um bolo de casamento com mensagem homofóbica

A doceira Denver Azucar Bakery, recebeu um pedido para fazer um bolo de casamento em formado de bíblia com uma mensagem. A dona do estabelecimento aceitou o pedido, mas ao ler a mensagem viu se tratar de um manifesto homofobico.

O pedido incluía escrever uma mensagem de ódio aos gays e ainda apresentar em seu topo o desenho de dois homens de mãos dadas com uma cruz por cima.

Marjorie Silva, dona do estabelecimento, recusou fazer o bolo e acabou sendo processada.

Na página do Facebook, Marjorie postou uma foto com a frase “Pare o ódio. Não discrimine” que tem recebido milhares de mensagens de apoio.

Via

O Ministério Público do Distrito Federal intimou pastores durante curso de cura gay

Depois de denúncia do deputado federal Jean Wyllys, o Ministério Público intimou palestrantes que ensinavam a cura gay em um curso pago.

O curso de dois dias custava R$ 120,00 e dizia ensinar os pastores sobre como prevenir e tratar aqueles que desejam voltar para normativa religiosa. O curso tinha como título: “Homossexualismo: ajudando, biblicamente, a prevenir e tratar aqueles que desejam voltar ao padrão de Deus para sua sexualidade”, e está sendo investigado por charlatanismo.

Via

Gay que perdeu a carteira de motorista é indenizado na Itália

A justiça italiana sentenciou o Ministério da Defesa e do Transporte a pagar indenização ao homem que teve sua carteira de motorista cancelada por ser gay.

Danilo Giuffrida, de 34 anos, teve a permissão para dirigir cancelada após revelar ser gay em um exame médico de rotina no exército.

De possa da informação, a autoridade responsável no serviço militar requisitou o cancelamento da habilitação alegando restrições médicas.

Na sentença, o tribunal mencionou que condições sexuais não afetam a capacidade de ninguém dirigir.

Via

Deixe uma resposta