O lumbersexual se usa do ideal de lenhador másculo e barbudo para construir seu estilo

0
10
views

Nossa sociedade não pode negar o fetichismo que mexe profundamente com nossos sentimentos.

Eu mesmo declaro abertamente alguns dos meus fetiches, como, por exemplo, por barbas, peludos e gordinhos. Talvez por isso não vi grande novidade no tal lumbersexual que surgiu há pouco tempo como tendência estética masculina.

Para quem não viu, o tal lumbersexual é tido como substituto do metrossexual e se refere ao homem que se inspira na estética do lenhador – lumberjack em inglês – para suas roupas e comportamentos.

Basicamente é o cara de barba farta, vestido de camisa xadrez, botas e jeans que tem aquele jeitão masculino que mexe com alguns imaginários. Por vezes, esse estilo me parece mais uma tentativa de resgate da velha visão do “homem viril” que vem se diluindo no contemporâneo, mas, obviamente, o estilo me agrada.

Contudo, sendo admirador do mundo ursino, já estava acostumado ao uso de referências do estilo lenhador, que foi largamente adotado pelos ursos há bastante tempo, mas a diferença é que agora os mais magrinhos e não peludos também estão entrando nessa onda.

Talvez o mais importante seja o indício de que estamos conseguindo liberdade para aceitar nossos corpos de forma mais natural, com seus muitos pelos, por exemplo. Quem sabe vamos evoluir para aceitar também nossas múltiplas formas, longe da estética plastificada vista em revistas e no cinema hollywoodiano.

A seguir, algumas imagens que representam esse estilo.

Além dessas, escolhi um ensaio feito pelo talentoso fotografo Tristan Ginger com o modelo Zak e que tem fortes referências ao estilo lenhador, mas com um toque especial de sensualidade e homoerotismo.

E no mais continuemos firmes e fortes.

Referências
Tristan Ginger Instagram; Tristan Ginger Tumblr; Zak Instagram; Lumbersexual Instagram; Accidental Bear;

Deixe uma resposta