Porque eu não gosto de Natal!

1
15
views

Sim sou cristão, criado dentro da tradição cristã e não gosto de natal.

Natal é aquela época em que a solidariedade se transforma em obrigação, mas sem o sentimento que realmente deveria alimenta la.

É aquela época em que a generosidade se transforma numa espera ansiosa pelo o que vai receber de presente no amigo secreto da família, empresa em que trabalha. Pura exibição das possibilidades financeiras que se vai dar ou receber, sempre comparando se o que seu colega ou familiar ganhou é melhor que o seu, quando um presente deveria ser sinônimo de afeto e generosidade com quem esteve ao lado durante mais um ano.

Aquela época em que você precisa fingir ser ¨bonzinho¨com todos e ter que comprar presente até pra quem não se afeiçoa muito. De desejar feliz natal a um estranho e pensar que com este ato todas as atitudes erradas tomadas durante o ano serão esquecidas, perdoadas, “compensadas” rs…

Devo ser burro pra conseguir compreender porque a desigualdade no país em que moro é tão grande ao ponto de muitos ter tanto e outros nem o básico pra se fazer uma ceia de natal pra sua família. É ver que muitas crianças esperam por um Papai Noel que não virá, mas que vai deixar presentes valiosos na casa do vizinho, do coleguinha da escola e na sua não.

dr-seuss-how-the-grinch-stole-christmas-movie

 

Natal é uma época de renascimento, de saúde, de igualdade de condições, de sentimentos verdadeiros em relação ao próximo, mas infelizmente não tenho presenciado muito desta verdade.

Muito cuidado quando saírem com suas famílias pra festejar o Natal, pois nesta época sempre tem aqueles irresponsáveis que enchem a cara de bebida a noite toda e saem dirigindo colocando a vida de inocentes em perigo.

Peço desculpas ao meu querido Jesus aniversariante do dia, mas eu NÃO GOSTO DE NATAL!

1 COMENTÁRIO

  1. O verdadeiro sentido do Natal foi deturpado! O capitalismo desenfreado alijam as pessoas e as separam… É um perigo quando as comemorações natalinas se resumem a consumismo e esbanjos, podendo certamente fazer essa festa cair em um vazio desolador e tornar-se sem sentido! Sim, eu AMO o Natal! Meus pais e familiares, em toda sua pobreza, me ensinaram que não é ganhar presentes e se enfarar em ceias fartas de desperdícios que se faz o verdadeiro sentido natalino! Papai Noel não foi me ensinado como o foco principal, mas sim o Aniversariante, celebrado nos ritos religiosos ou nas orações em família e amigos! Aí tudo fazia sentido: o desejo das pessoas em se amarem mais, o espírito de solidariedade, as luzes, a união e a partilha!

Deixe uma resposta