Segunda temporada de Sense8 foi confirmada. Entenda por que essa série é fantástica.

0
9
views

Sense8, lançada em 05 de junho de 2015, extrapola as obras que costumamos ver na tevê e em serviços de streaming, chocando com sequências inovadoras, provocadoras e apaixonantes.

A obra de Andy e Lana Wachowski tem tudo para se tornar uma grande referência audiovisual, assim como o filme Matriz, de 1999, talvez a obra mais conhecida dos irmãos Wachowski até hoje.

O seriado Sense8 explora a vida de 8 pessoas de diferentes culturas e com diferentes personalidades que de repente começam a compartilhar pensamentos, sentimentos e até mesmo assumirem mentalmente o corpo um do outro, emprestando assim as habilidades necessárias para se resolver desafios momentâneos.

Um dos pontos fortes do seriado é a construção de uma história interessante com personagens diversos, mas nem por isso caricatos, demonstrando o respeito que gostaríamos de ver em todas as obras culturais mundo afora.

A personagem Nomi Marks (Jemie Clayton), por exemplo, tem sua transexualidade como uma característica inerente e secundária. Seus dilemas e conflitos são do próprio enredo e os desafios da história de sua identidade de gênero são discutidos em poucos momentos apenas para ampliar a complexidade de sua construção.

A riqueza dessa abordagem também pode ser vista nos outros personagens da série, como, por exemplo, em Capheus “Van Damme” (Aml Ameen), um alegre motorista de van em Nairobi, que vive um dilema entre seu forte senso de justiça e as ofertas tentadoras de criminosos locais que podem ajuda-lo a conseguir remédios para sua mãe, que sofre de AIDS.

Sun Bak (Doona Bae), mostra a força das mulheres em meio ao machista universo oriental. Filha de um poderoso empresário de Seul, ela se torna uma estrela no submundo do kickboxing e demonstra um valor e coragem não encontrados nos homens que a cercam.

A história de Lito Rodriguez (Miguel Ángel Silvestre), debate o dilema dos homens que se sentem obrigados a esconder sua sexualidade devido a uma sociedade conservadora. Sua relação secreta com Hernando (Alfonso Herrera) experimenta os altos e baixos do amor e da mentira.

Will Gorski (Brian J. Smith) é um policial de Chicago, mesma cidade de Nomi, e, entre o conflito com seu pai e a descoberta de um novo amor, ele é o mais ativo em descobrir o mistério por trás dessa ligação entre os oito.

É na história Kala Dandekar (Tina Desai), que vamos ver, por exemplo, algumas das mais bonitas cenas do seriado, isso enquanto a religião Hindu é apresentada na fervilhante cidade de Mumbai. Conflitos religiosos e a pressão de fazer o que a família e os amigos esperam ronda a vida da futura farmacêutica.

Wolfgang Bogdanow (Max Riemeit) é um dos meus personagens favoritos. O serralheiro de Berlim tem uma forte relação com o crime organizado e vem enfrentando dores e lutas que destruiriam muitos de nós.

Riley Blue (Tuppence Middleton) é uma DJ islandesa radicada em Londres depois de passar por um forte trauma em seu país de origem. Assumo que considerei a bela jovem como a personagem mais fraca da série quando comecei assisti-la, mas ao final da primeira temporada, sua dor me fez ficar aos prantos. É talvez a maior dor emocional que qualquer pessoa pode experimentar na vida.

Com esse time de alto peso dramático, os 12 episódios da primeira temporada se passam com toques de tensão, mistério, humor, lindas imagens e uma trilha sonora deliciosa.

Algumas vezes a realidade que envolve a vida dos personagens é tão factível que chegamos a sentir completamente a revolta, a alegria, o desespero ou a tristeza deles.

Por outro lado, alguns conhecidos sentimentos que mostram a fragilidade do ser humano são exibidos de forma bem orquestrada, porém altamente romantizados pelo roteiro, pela trilha sonora e pela fotografia, não que isso desmereça as cenas ou a história.

Toda essa incrível produção, até hoje com somente uma temporada, teve uma das melhores notícias desde seu lançamento anunciada hoje, dia 08/08/2015.

A data que simboliza o aniversário de todos os personagens de Sense8 foi usada para anunciar a segunda temporada da série.

Mesmo projetada inicialmente para ter cinco temporadas, ninguém da equipe confirmava a continuação até hoje.

O anuncio foi feito com um simpático vídeo onde os sense8s falam sobre a série.

Algo que podemos ter certeza é que a primeira temporada vale muito ser assistida. Acredite que tem muita coisa boa e interessante que eu gostaria de falar aqui, mas não quero dar spoilers.

Então, fica minha dica para você assistir a primeira temporada e depois disso, enquanto esperamos até 2016 pela segunda, poderemos conversar qualquer dia sobre as muitas quebras de paradigmas, as grandes ousadias e surpresas desta produção.

Um forte abraço,

Deixe uma resposta