2015 – Semana 07: Homofobia por todos os lados e um casamento gay para celebrarmos

0
9
views

Olá amigos,

Apesar de estarmos em pleno carnaval, a festa da alegria e da descontração, as notícias desta semana apresentam um choque de realidade nada divertido.

Policiais de Olinda agridem casal homossexual durante evento cultural

Um casal foi agredido por policiais após um beijo enquanto acompanhavam uma apresentação cultural na Cidade Alta em Olinda.

Os policiais os revistaram e mesmo não encontrando nenhum indício contra eles, os ofenderam tentando marginalizar o amor entre os dois.

“falaram que aqui não era a Bahia, que era Pernambuco e me deram um tapa na cara. Se eu quisesse continuar beijando um homem, se eu quisesse tirar a roupa, eu tinha que ir para o motel, que aqui era Pernambuco”, declarou o estudante baiano Magno da Costa Paim de 21 anos, uma das vítimas dos policiais.

Os dois rapazes, e testemunhas que os defenderam, foram autuados por desacato a autoridade e levados à Delegacia do Turista e, em seguida, transferidos à Delegacia de Casa Caiada, mas por falta de escrivão, o grupo terminou sendo levado para Central de Flagrantes no Recife.

Eles prestaram depoimentos e abriram boletins de ocorrência contra os policiais por agressão física e moral.

E nos perguntamos, como uma cidade que tem boa parte de sua renda vindo do turismo não prepara seus agentes para recepcionar todas as etnias, credos e sexualidade de seus visitantes?

Via

Pai agride filho de 16 anos por este ser gay
Jovem gay agredido pelo pai
Jovem gay agredido pelo pai

Outra notícia que causou revolta e indignação foi a do pai que espancou seu filho de 16 anos ao descobrir ele é homossexual, inclusive compartilhamos a notícia em nosso Facebook assim que a vimos tamanha foi nosso repúdio.

Além das agressões verbais, como dizer que o filho estava endemoniado e que arrancaria o capeta a unha, e dizer que gay tem que apanhar porque gays são lixos e vagabundos, o pai espancou o filho batendo no seu rosto, costas e batendo a cabeça do menino na parede.

Depois levou o menino ao hospital com uma corda amarrada na perna e durante o percurso ameaçava jogar o menino do carro e arrastá-lo pela cidade.

Foi a mãe do garoto quem fez a denuncia à polícia e pediu proteção para que o pai não se aproxime mais dela e nem do filho.

“Ninguém pode ser discriminado por sua opção sexual, a qual deve ser respeitada por todos”, disse o delegado Paulo Henrique Rosseto de Souza, titular da 1ª Delegacia de Polícia do município, onde foi registrado o boletim de ocorrência.

Já que esse monstro acredita na existência do demônio, espero que ele seja recepcionado no inferno pelo próprio endiabrado com o tridente bem aquecido.

Via

Pesquisa mostra índices de homofobia em São Francisco (EUA)
Violência em São Francisco
Violência em São Francisco

Ao contrário do que se diz popularmente, um estudo sobre homofobia em São Francisco apurou que 48% das pessoas LGBTs já sofreram violência sexual, 68% sofreram violência física e 81% relataram assédio.

Entre as pessoas transexuais o índice é ainda maior, chegando a 65% de violência sexual e 79% de violência física.

Os transexuais também sente mais medo de transitar pela cidade, mesmo durante o dia chegando. Cerca de 60% dos entrevistados afirmaram ter medo, enquanto entre os homossexuais o índice é 12%.

Segundo Rebecca Rolfe, diretora do SF LGBT, estes estudos e os seus resultados são muito importantes para ajudar as pessoas a entender que a homofobia é um problema atual e preocupante.

Apesar de ser um estudo local, realizado apenas em uma cidade norte-americana, os investigadores acreditam que poderá ter implicações a nível nacional.

Via

Relatório apresenta casos de homofobia em Itatira (CE)
Homofobia em Itatira
Homofobia em Itatira

A Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República recebeu um relatório sobre os casos de violência contra homossexuais em Itatira, Ceará.

Segundo o documento, gays são perseguidos e até apedrejados por causa do preconceito contra pessoas LGBTs.

Entre as ocorrências está a do casal Antonio Claudemir Marcolino Macedo, 34, e Francisco Fabio Castro, 33. A casa deles foi apedrejada três vezes. Eles moram juntos há dez anos e, nos últimos meses, as ameaças se tornaram constantes.

A travesti Kyara Nanachara Medeiros, 27, que mora no povoado Lagoa do Mato, afirmou que hoje anda nas ruas com medo, após ser espancada e apedrejada por um desconhecido. As agressões ocorreram em 2013, ela registrou BO e o agressor foi inclusive localizado, mas até hoje o caso não foi julgado.

A adolescente T.N.S., 17, passou por situação humilhante com a irmã de 10 anos na praça de Itatira. Ela foi abordada por um policial quando passava a mão na cabeça da menina.

A ativista Alice Oliveira é a responsável pelo relatório enviado à SDH. Ela afirmou que não se trata de casos isolados e que as vítimas estão fragilizadas coma situação.

Via

O casamento gay é maravilhoso, diz Rainha Elizabeth II
Rainha Elizabeth II
Rainha Elizabeth II

Por incrível que pareça, essa foi a conclusão da rainha Elizabeth II ao assinar a lei que legalizou o casamento gay na Inglaterra e no País de Gales.

Segundo o ator e apresentador Stephen Fry, ao assinar a lei a rainha comentou que jamais alguém imaginaria que ela assinaria esta lei na época em que assumiu o trono, mas que era maravilhoso assinar a tal lei.

Fry ressaltou que não tem certeza se a história é verdadeira, mas que é “bem fundamentada”. O ator, que se casou recentemente com o namorado, concluiu: “Estou muito orgulhoso de viver em um país onde [a aceitação] parece ser a opinião da maioria absoluta”.

Esperemos que as coisas evoluam assim também em nossas terras verde-e-amarelo.

Via

Alabama tem pedido para prorrogação da lei do casamento gay negado
Casamento gay
Casamento gay

O estado do Alabama pediu a suprema corte americana que prorrogasse o início da lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A alegação é que a suprema corte deve emitir um parecer a nível nacional ainda este ano sobre o casamento gay e que o estado aguardaria esse parecer adiando assim o início da lei que obriga o estado a realizar esses casamentos.

A suprema corte negou o pedido e o estado iniciou imediatamente então a emitir as licenças para casais homossexuais que desejam se casar.

Atualmente apenas 13 dos 50 estados americanos que ainda não permitem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Via

Comitê recomenda que o governo aprove o casamento gay
noticias-gays_bandeira-do-Nepal
Nepal

Um comitê de direitos humanos do Nepal, país do sudeste asiático, recomendou ao governo esta semana a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo e a alteração nas leis em relação a direitos de propriedade, divórcio e adoção.

Ativistas da defesa dos direitos dos homossexuais congratularam-se com as recomendações deste relatório.

O documento surge oito anos depois de uma decisão do Supremo Tribunal a ordenar ao governo que incluísse na lei os direitos dos gays e das lésbicas.

Via

Estilista se casa com noivo antes de seu desfile na semana de moda em NY
Idan Cohen e Elad Borenstein
Idan Cohen e Elad Borenstein

Um estilista israelense se casou com seu companheiro no sábado, dia dos namorados nos Estados Unidos, durante Fashion Week de Nova York.

A celebração aconteceu pouco antes dele apresentar nas passarelas sua última coleção, algo inédito na história da semana de moda.

O estilista Idan Cohen se casou com Elad Borenstein no Pavillon, mesma área onde realizou o desfile de suas criações.

O estilista, conhecido por seus vestidos de noivas e trajes de noite, muito popular entre as celebridades israelenses, teve de ir para os Estados Unidos para se casar com seu noivo, já que o matrimônio homossexuais não é reconhecido em seu país.

Via

Campanha do Ministério da Saúde usa Tinder e Hornet para conscientizar sobre HIV

Com o objetivo de chamar a atenção para importância do uso do preservativo, o Ministério da Saúde divulgou a ação preventiva contra aids nos aplicativos Tinder e Hornet.

A estratégia tem como público-alvo os jovens a população gay e HSH (homens que fazem sexo com homens). O ministro Arthur Chioro ressaltou a importância não apenas do uso da camisinha, mas também a realização do teste e tratamento oportuno, no caso do diagnóstico positivo.

O ministro ainda afirmou que a campanha não será restrita ao carnaval, mas também a outras festas populares.

Apesar disso, a ação gerou polêmica entre os desenvolvedores dos aplicativos, que consideraram a ação como uma publicidade negativa dentro do serviço. Uma das executivas do Tinder, por exemplo, chegou a dizer que iria apagar os perfis do Ministério da Saúde do aplicativo.

Via

“Hoje estou gay”, diz Laís Souza
Lais Souza
Laís Souza

A frase soa engraçada e sugere que a sexualidade seja realmente algo mutante e transitório, algo como: hoje estou gay, amanhã hétero e quem sabe na próxima semana trans.

Mas foi essa frase foi a frase de Laís Souza durante uma entrevista para a revista TPM. A ex-ginasta, que se acidentou enquanto treinava para os jogos olímpicos de inverno em Sochi (RUS), ficando tetraplégica, disse:

“Eu tenho uma namorada, sou gay há alguns anos. Já tive uns namorados, mas hoje estou gay”, disse.

Via

 

Presidente da Câmara dos Deputados acelera projetos contra homossexuais 

noticias-gays_Istoe-CunhaEleito como presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha já começou agir insanamente.

Nessa semana ele autorizou a criação de uma comissão especial que pretende retomar a discussão de um projeto patrocinado pela bancada evangélica que define família apenas como união entre homem e mulher.

A proposta radical proíbe qualquer núcleo formado por pessoas do mesmo sexo e mesmo adoção de crianças por casais homossexuais.

Também desarquivou um projeto de sua própria autoria que define o terceiro domingo de dezembro como dia do orgulho heterossexual.

Mas isso não é surpresa, já no ano passado a IstoÉ resumia bem o comportamento deste cidadão: Quando é contrariado, tenta dar o troco lançando mão do que há de pior nas práticas políticas: a ameaça e a chantagem.

Via

Gays são responsáveis por 30% do arrecadamento com turismo no RJ
Turismo Gay no Rio de Janeiro
Turismo Gay no Rio de Janeiro

O turismo gay é responsável por mais de 30 por cento das receitas na cidade do Rio de Janeiro durante o Carnaval, com dados da prefeitura com base em uma pesquisa feita em 2014.

Dos 1,5 mil milhões de reais (465 milhões de euros) gastos por turistas no ano passado, 461 milhões de reais (143 milhões de euros) foram gastos por turistas associado ao setor LGBT.

A maioria dos visitantes desse segmento é composta por homens jovens (70% deles têm entre 20 e 34 anos), licenciados e rendimentos médios de 6.800 reais (2.100 euros).

Segundo a empresa municipal RioTur, o gasto médio diário do turista gay brasileiro (100 euros) e estrangeiro (150 euros) supera o de um heterossexual (70 euros), afirma o estudo.

Apesar de reconhecido internacionalmente como destino ‘gay friendly’, o Rio de Janeiro ainda é cenário de manifestações homofóbicas.

Via

Filme gaúcho “Beira Mar” faz sucesso em Berlim

A Mostra Fórum do Festival de Berlim para novos talentos, trouxe este ano o inédito longa brasileiro Beira-Mar, dos gaúchos Filipe Matzembacher, 26, e Marcio Reolon, 30, que se inspiraram em suas próprias histórias para contar sobre amizade, amor e sair do armário.

O filme se passa em uma casa frente ao mar em que os rapazes vão passar um final de semana. Segundo os diretores, uma metáfora da segurança do armário, e aos poucos a relação vai ficando mais forte e a segurança cresce assim como o amor.

O filme fala sobre amizade, companheirismo, compreensão e aceitação. Sem dramas. Os atores Mateus Almada (Martin) e Maurício José Barcellos (Tomaz) estrelam o filme que vem recebendo elogios em Berlim.

Apesar do tema adolescente, o filme explora a maturidade, a atenção ao outro, a como as pessoas vivem com medo enquanto tudo poderia ser menos difícil do que se imagina. Temas universais, apresentados com belas imagens e atuações.

Via

Garoto procura ajuda médica para diminuir o tamanho do pênis
Redução de um super pênis
Redução de um super pênis

Enquanto passamos a vida inteira ouvindo falar de homens preocupados com o tamanho do pênis, buscando tratamentos mirabolantes para aumenta-lo, dessa vez tivemos a notícia que um adolescente buscou ajuda médica para diminuir o tamanho de seu membro.

Passado o estranhamento que o início dessa história nos causa, é totalmente compreensível as razões do rapaz.

O pênis dele mesmo flácido tinha 18 cm de cumprimento e 26 cm de circunferência, que o deixava em formato de uma bola de futebol americano.

Com isso o rapaz passou a ter problemas de ereção e também dificuldades para qualquer penetração.

O urologista americano Rafael Carrion, da Universidade de Flórida, chegou a buscar referências na literatura médica, mas não encontrou por se tratar realmente do primeiro caso desse tipo.

A cirurgia foi realizada  utilizando uma técnica usada em outros tipos de doenças, foi feita pela equipe do Dr. Carrion, retirando dois segmentos de tecido das laterais do pênis. O doutor garante que o garoto “ficou satisfeito com o resultado”.

Via

Então é isso. Fique a vontade para deixar suas opiniões, dicas e sugestões.

Na semana que vem eu volto com mais notícias LGBT.

Abraços, Sam.

Deixe uma resposta