Star Wars – O Despertar da Força

1
12
views

(Star Wars: Episode VII – The Force Awakens, 2015)

Estreia: 17 de Dezembro de 2015

País / Ano de Produção: EUA / 2015

Duração: 135 minutos

22222

 

Pois é… Calma, você não está enxergando a avaliação do filme duplicada não… Ok, eu confesso que fui exagerado, mas não consigo negar que eu sou um grande fã de Star Wars e todas as 5 vezes que eu vi esse filme, saí do cinema com um imenso sorriso no rosto, e ao mesmo tempo estava triste por ter que esperar anos pelo próximo filme.

E essa paixão não é recente, começou lá atrás, quando eu tinha uns 6 ou 7 anos e vi O Império Contra-ataca na TV. O filme me impactou tanto que eu me lembro até hoje de algumas cenas e de ter passado uns dias pensando no assunto. Eu tinha apenas um ano quando o primeiro filme estreou nos cinemas, mas depois consegui ver o Retorno de Jedi no cinema. Porém, já no Império Contra-ataca eu já estava tomado, irremediavelmente fã dessa saga de ficção científica que mudou a cultura pop mundial.

É inegável o impacto que essa saga teve na cultura não só americana, mas de muitos países, e qualquer geek vai dizer que a história se divide entre ASW e DSW (antes de Star Wars e depois de Star Wars). Qualquer criança sonhou em ter um sabre de luz ou quis copiar o cabelo da Princesa Leia. E quase todo mundo, mesmo quem não é fã, sabe quem era Darth Vader, Luke, Han e Leia. Pras pessoas da minha geração George Lucas era um dos maiores ícones do cinema, alguém reverenciado e amado, que pode até ter cometido algumas besteiras no Episódio I – A Ameaça Fantasma, mas que continua amado e reverenciado por sua genialidade.

Genialidade que se confirma na quantidade de produtos e eventos relacionados ao assunto que são lançados todos os anos. Desde chaveiros até réplicas fiéis de aeronaves e action figures, são milhões e milhões de dólares que circulam mundialmente em volta destes itens. Pouquíssimos são as pessoas que conseguiram impactar tanto e gerar tanto dinheiro em torno de uma só história.

Mas voltando ao sétimo filme em si, a primeira vez que fui assistir entrei e sai da sala de projeção arrepiado só de ouvir a música. A história se passa uns 30 anos depois da morte de Vader e do imperador Palpatine em O Retorno do Jedi, e gira em torno do sumiço de Luke Skywalker, após uma traição ocorrida com um de seus alunos. Novos personagens são apresentados, velhos personagens dão as caras e a narrativa segue intensa, prazerosa e em alguns momentos nostálgica.

Nesse ponto deve ser feito um baita elogio ao corroteirista e diretor JJ Abrams. Esse cara é incrível e criador de coisas impactantes como Lost, Fringe, responsável pelo renascimento de franquias grandiosas como Star Trek e Missão Impossível. Seu talento em contar histórias de ficção científica é inegável e comparável apenas a grandes nomes como Steven Spielberg, James Cameron, Joss Whedon e poucos outros. E com O Despertar da Força JJ consegue nos presentear com um filme que honra a trilogia inicial, nos diverte e emociona e nos faz querer mais, muito mais.

O enredo pode até ser muito parecido com o Episódio IV – Uma Nova Esperança. Estão lá a protagonista que não sabe direito sua origem, o despertar da força até então desconhecida, um cara muito malvado, mas que tem uma profundidade de sentimentos bem interessante, o início de um envolvimento romântico, uma briga entre Davi e Golias (no caso a Resistência e a Primeira Ordem), a perda de um dos mentores, enfim, tudo isso já foi visto nos episódios IV e I, mas essa estrutura de enredo serve justamente para amarrar pontas, construir contexto e levar a história adiante.

As cenas de ação são bem dosadas com diálogos, lembranças e referências ao passado, sem muito lenga-lenga político como foi a segunda trilogia. Resultado? O filme cativa, empolga e nos deixa com um gosto de quero mais, muito mais.

Se você ainda não viu esse filme, corra, vá ver.

Se você ainda não viu nenhum dos filmes………………………………… Calma, deixa eu me recuperar………………. Corra, vá ver na sequencia de lançamento, ou seja, Episódios IV, V, VI, I, II e III. Não comece do episódio I, pois muito da magia da série está sim na ordem em que a história foi contada. Que a força esteja com vocês!!!

Barbudos-estrelas-legenda-v1.2

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta